Segunda-feira, 30 de Março de 2009

engolida


Engolida, com a brutal força dessa onda,não posso flutuar num espaço que não concebo,
que não consigo.
Engolida por uma vaga irreal, não encontro bóias reais que me possam segurar, na força
neste estrondoso mar.
Dentro deste gigantesco remoinho que me engole, já sem força não flutuo nem me seguro, engolida.

me canso a nadar, contra esta forte corrente de mar...

E deixo que a onda me engula, deixo que o mar me afogue, deixo que a vaga me aferre,
deixo que sereias me acurem assim...
Na força dessa onda, que me traga sem paz, deixo que búzios me acolham com amor...
deixo que ninfas me vejam com tanto rigor, na força dessa onda que me engole
não aprendo a nadar, neste mar...não flutuo...
e caindo...espero que nesse grande fundo azul, me esperem e me consigam amar, porque
certamente
chegarei e...com sereias ficarei, aprendendo a nadar
vivendo plena de mar...com ninfas brincarei, aprendendo outra vez a gargalhar.

Nessa onda que me leva, já querendo, vou para aprender a ficar...


Teresa Maria Queiroz/Março 2009

publicado por ampulhetas1 às 01:29
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. subida

. não há cura...

. harmonioso caminho

. caleioscópio

. rosto perdido

. desafinar sem querer

. se estou louca...são cois...

. morte lenta

. rabiscos de fùria...

. noiva de plástico

.arquivos

. Abril 2009

. Março 2009

.favoritos

. outro dos filmes....

. rever

. Um dia de trabalho...

. Foste feita para mim...

. AMOTE

. café

. Parece que o dono deste c...

. ENCONTRO A HISTÓRIA DEVID...

. AS COISAS QUE ESCAPAM

SAPO Blogs

.subscrever feeds